canada goose jacke parajumpers ugo parajumpers jas ugo canada goose uk moncler outlet
Reggae roots brasileiro. Sob o céu azul e os verdes mares de Fortaleza, eis os olhos vermelhos e sons multicoloridos dos meninos do Medanihalam. Recém desembarcado na Cidade, o grupo musical surge pelos braços de Jah e de seis músicos alencarinos que uniram-se em uníssono para cantar a boa nova: o reggae roots por estilo! Viajando na ideia e vontade de resgatar o ritmo e sonoridade do reggae de raiz, eles evocam one drops, dubwises, psicodelias e climas espaciais para tocar clássicos da música. Seja ela jamaicana, brasileira ou russa e originalmente tocada em baião, polca ou ragga, aqui ela será um bom e velho reggae. Nos vocais, baixo, bateria e percussão estão quatro integrantes do grupo Breculê, respectivamente Pedro Fonseca, Milton Ferreira, Igor Caracas e Tulio Bias. A eles, se juntam o guitarrista Bruno Rafael e o tecladista Tiago Almeida. No repertório, os reggaes raiz não convencionais de Edu Lobo, Luiz Gonzaga, Gilberto Gil. Cheiro de Amor, Jorge Ben e Caetano Veloso fazem par com os roots Bob Marley, Peter Tosh e mesmo The Doors. Se a muitos grupos de reggae brasileiros falta criatividade e tino musical para compor ou reverenciar os clássicos, alimentando a discrença dos fãs mais exigentes do estilo, o Medanihalam já estreia como indicativo de vida inteligente e criatividade pulsante em sua música. As versões das músicas tocadas são verdadeiras obras autorais, com arranjos originais e bem cuidados. No palco, o talento já conhecido de seus integrantes aflora de forma a dar ao púbico um belo espetáculo musical e uma festa reggae fora de série. Para quem ficou curioso por entender o nome do grupo, vai uma explicação que não se encontra no google nem em sites especializados: Medanihalam é um deus da Eritréia (assim como Negusa Negast e Igziabeher), Estado que foi anexado pela Etiópia durante o governo de Heille Selassie (Jah) durante a Segunda Guerra Mundial. Assim garantem os integrantes do grupo. “Nós não comemos carneiro”, completam, em irreverência enigmática. Serviço: Medanihalam Músicos: Pedro Fonseca (guitarra e vocal) Bruno Rafael (guitarra) Tulio Bias (percussão) Igor Caracas (bateria) Milton Ferreira: (baixo) Tiago Almeida (teclado)

.

http://www.myspace.com/medanihalam